Entenda o derrame ou AVC

Acidente Vascular Cerebral (AVC/AVE) – “Derrame Cerebral”
O Acidente Vascular Cerebral ou Derrame caracteriza-se pela perda das funções cerebrais decorrentes de uma interrupção do suprimento de sangue a qualquer parte do corpo.
Há dois tipos de Derrame:
§ Acidente Vascular Isquêmico: Falta de circulação sanguínea no cérebro ocasionada pela obstrução de artérias importantes. Em geral, ocorre com pessoas mais velhas que possuem alterações vasculares, é fumante, diabetes, colesterol elevado e hipertensão arterial.
§ Acidente Vascular Hemorrágico: Sangramento provocado pelo rompimento de uma vaso sanguíneo ou artéria decorrente de um traumatismo, hipertensão arterial.
Quais fatores podem favorecer o Derrame?
1. Pressão Alta;
2. Fumo;
3. Doença Cardíaca;
4. Fistórico familiar;
5. Diabetes;
6. Colesterol elevado;
7. Álcool;
8. Estresse;
9. Vida sedentária;
Acidente Vascular Isquêmico… Sintomas?
§ Tonturas;
§ Perda da força muscular;
§ Perda de visão repentina;
§ Formigamentos em um lado do corpo;
§ Alterações de memória;
§ Dificuldade na fala;
Acidente Vascular Hemorrágico… Sintomas?
§ Dor de cabeça intensa;
§ Náuseas e vômitos;
§ Aumento da pressão intracraniana;
Diagnóstico
O diagnóstico normalmente é feito através de exames laboratoriais com análises sanguíneas e estudo de imagens ( tomografia computadorizada ou ressonância nuclear magnética).
Tratamento
O Acidente vascular Cerebral é uma emergência médica e o paciente deve ser imediatamente encaminhado ao atendimento hospitalar.
Anticoagulantes e trombolíticos podem diminuir a extensão dos danos causados. A cirurgia para retirada de coágulos nos acidentes hemorrágicos pode ser indicada, assim como a retirada de embolos obstrutivos nos acidentes isquêmicos.
Tratamento com Recursos Terapêuticos
Após diagnóstico o problema, o paciente pode ser beneficiado com tratamentos terapêuticos cujo objetivo é proporcionar estimulação às áreas afetadas no cérebro recuperando e desenvolvendo as funções perdidas.
Tais funções podem estar associadas ao trabalho da Fonoaudiologia como:
§ Dificuldades para deglutir alimentos;
§ Dificuldades para produzir a fala;
§ Paralisia da face e suas complicações funcionais e posturais;
§ Alterações mastigatórias e de sucção;
Recomendações
§ Adote uma dieta equilibrada, com redução de açúcares, gordura, sal e bebidas alcoólicas;
§ Faça o controle da pressão arterial freqüentemente;
§ Evite o fumo;
§ Faça exercícios físicos regularmente;
§ Havendo histórico de doenças cardíacas e Derrame, informe seu médico;
§ Reduza o nível de estresse, faça programas agradáveis e relaxantes.
Paula Brito

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Rua Dr. Antonio Álvares Lobo, 487 – Botafogo – Campinas/SP - Fone (19) 3233.9544 Conteúdo: | Orneles