Paralisia das Cordas Vocais

A paralisia das cordas vocais é uma patologia que incapacita a movimentação das cordas vocais devido uma paralisia da musculatura que envolve estas estruturas. Ela pode ser unilateral ou bilateral.
Pode ser causada por problemas neurológicos, como AVC, tumores cerebrais, hipertensão pulmonar e por lesão dos nervos que chegam à laringe.
Quando a paralisia é unilateral a qualidade vocal é rouca, entrecortada e com escape de ar durante a fala. O paciente refere cansaço e esforço para falar. Normalmente não há dificuldade respiratória associada, pois, ainda há movimentação da prega saudável e isso não impede a passagem de ar.
Quando a paralisia é bilateral observa-se dificuldade respiratória associada, pois com a perda de movimentação em ambas as pregas, o espaço para a passagem do ar é muito reduzido, fazendo com que haja muito esforço fonatório ( para falar) e respiratório. A voz é rouca e mais agudizada, apresentando falhas sonoras durante a fala. Em casos graves a respiração pode ficar bloqueada, necessitando de intervenção cirúrgica.
O tratamento para a paralisia unilateral e bilateral é realizado pelo Fonoaudiólogo através de exercícios musculares, vocais e respiratórios, porém, na paralisia bilateral as vezes é necessário a realização de cirurgia para que o paciente possa ter a função respiratória normalizada. As cirurgias mais comuns são a traqueostomia ( cirurgia feita na traquéia para abrir uma passagem de ar) ou a  aritenoidectomia ( cirurgia para manter as cordas vocais abertas). Em ambas ocorre um prejuízo na qualidade vocal.

Paula Brito
Fonoaudióloga

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Rua Dr. Antonio Álvares Lobo, 487 – Botafogo – Campinas/SP - Fone (19) 3233.9544 Conteúdo: | Orneles