Reflexão sobre a atuação interdisciplinar na saúde

            A palavra interdisciplinar caracteriza o relacionamento entre duas ou mais disciplinas que compartilham a base de um pensamento comum, ou seja, disciplinas diferentes se unem para relacionar seus conhecimentos sobre um mesmo tema e assim promover uma nova construção do conhecimento.

            Para profissionais de saúde que trabalham no ambiente hospitalar, o atendimento interdisciplinar é uma pratica natural oferecida a todos os pacientes. De certa forma, esta pratica é facilitada pela própria estrutura hospitalar, tendo no mesmo ambiente, diversos profissionais à disposição do paciente quando necessário, compartilhando todos de um conhecimento em comum diante do caso e aderidos à necessidade de estimular uma continuidade nas ações de saúde, mesmo que realizadas por outras especialidades. Outra condição favorável a isso está relacionada aos custos desta atuação, pois, em ambiente hospitalar os custos não são questionados, por normalmente estarem anexados aos planos de saúde e pela gravidade dos casos a serem tratados.

            Assim como na pratica hospitalar, a atuação dos profissionais de saúde na clínica médica também necessita desta atuação interdisciplinar de forma constante e profunda. Infelizmente, ainda é possível ver a dificuldade que existente para estabelecer esta relação intensa e frequente entre profissionais diante de um mesmo paciente. Os motivos para esta dificuldade são muitos, vão desde distanciamento físico entre os profissionais, custo dos tratamentos a serem indicados, desconhecimento dos profissionais em relação às outras áreas, falta de interesse, negativa do paciente em aceitar outra abordagem médica, prolongamento do tempo de tratamento e outras.

            Profissionais da Fonoaudiologia, por exemplo, detém conhecimentos relacionados à fala, linguagem, audição, funcionamento muscular orofacial e vocal. Para que possam realizar um atendimento eficiente e responsável, é fundamental que estabeleçam relações interdisciplinares com outras especialidades como Otorrinolaringologistas, Pediatras, Dentistas, Pedagogos, Psicólogos, Neurologistas, Fisioterapeutas e outros. Este exemplo deve ser reportado a todas as áreas da saúde, pois, também necessitam através da atuação interdisciplinar construir e desenvolver o conhecimento somando as abordagens diferenciadas, e com isso proporcionar aos pacientes tratamentos bem definidos, seguros e eficientes.

            Para isso, o profissional precisa ter um mínimo de conhecimento fora da sua área de atuação e estar motivado a buscar estas informações em cursos, palestras que não sejam apenas da sua competência profissional. É importante que todos colaborem com seus conhecimentos, promovendo trocas de informação e facilitando a escolha de um plano de tratamento adequado a cada caso.

            Todo o profissional de saúde precisa inicialmente assumir um papel de difusor de conhecimento, promover orientação, gerar informação, não apenas sobre sua atuação, mas minimamente abordar a necessidade do trabalho interdisciplinar.

            A chegada de um paciente no ambiente clínico deve ser vista como o momento mais importante do processo medico e terapêutico, pois, é neste momento que o profissional terá a oportunidade de demonstrar ao paciente que as áreas da saúde correlacionadas ao caso, podem quando unidas, favorecer o desenvolvimento de um plano de ação eficiente, com abordagens definidas de acordo com as necessidades, e assim, proporcionar um tratamento eficaz e com menos possibilidades de insucessos e insatisfações.

            Para profissionais, sempre valerá a pena encaminhar um paciente a outro profissional que possa contribuir com seu conhecimento diante de um caso, e para os pacientes sempre valerá a pena ser recebido por outro profissional interessado em complementar e auxiliar no processo médico e terapêutico a ser realizado. Esta relação oferece ao paciente mais segurança, conforto e atenção às suas dificuldades.

            Ser responsável pela manutenção da saúde de uma pessoa é algo muito sério, e isso não deve ser feito apenas por um profissional de saúde.

O trabalho interdisciplinar traduz uma conduta profissional responsável.

Paula Brito

Fonoaudióloga

 

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Rua Dr. Antonio Álvares Lobo, 487 – Botafogo – Campinas/SP - Fone (19) 3233.9544 Conteúdo: | Orneles